Imagem: Pixabay

A história “Conversa de passarinho” é uma narrativa curta, toda versada, ideal para crianças de primeiro setênio (de até 7anos, mais ou menos).

Com um ritmo próprio, gostoso, ela envolve quem a conta e quem a escuta.

Além desse ritmo especial, você ainda poderá contá-la com gestos – e tenho certeza de que ela encantará o seu coração e dos seus ouvintes, em qualquer versão. Ao final desse texto, você verá o link para o vídeo com os gestos que criei, que são simples, fáceis de aprender e imitar.

O texto original é de Laura E. Richards e tem tradução de Edvete da Cruz Machado. Adaptei partes do texto, especialmente o final das estrofes e criei o gestual.

A seguir, veja o texto adaptado.

CONVERSA DE PASSARINHO

– “Que faz aqui, ó passarinho,

Nesta janela, eu posso ver?”

– ” Construo um ninho, minha menina,

Coisa que só um passarinho irá fazer”.

– “Que estás fazendo, ó passarinho,

Nesta janela, eu posso ver?”

– “Chocando ovos, minha menina,

Coisa que só um passarinho irá fazer”.

– “Que faz agora, ó passarinho,

Na minha janela, eu posso ver?”

– “Como minhocas, minha menina,

Coisa que só um passarinho irá fazer”.

– “E tu que fazes, ó menina?

Em que trabalhas, posso saber?”

– “Bordo uma colcha, ó passarinho,

Coisa que eu já sei fazer”.

No vídeo abaixo, sugeri alternativas de frases finais para o texto, que indicassem outras habilidades que a criança já sabe fazer (ou poderia fazer).

Quando queremos que uma criança participe da arrumação da casa, por exemplo, podemos utilizar histórias e músicas, para conduzi-la naturalmente à tarefa. Essa é uma história que pode ser usada em vários contextos, desde incentivar a ajuda na organização da casa, até a autonomia na higiene pessoal (tomar banho, escovar os dentes…)

Abaixo, algumas ideias para substituições possíveis, em diferentes categorias:

PARTICIPAÇÃO NA ORGANIZAÇÃO DA CASA/ESPAÇOS FÍSICOS COMPARTILHADOS:

  • Lavo a louça, ó passarinho
  • Guardo os brinquedos
  • Varro a casa
  • Lustro os móveis
  • Arrumo a cama/o quarto
  • Dobro as roupas limpas…

CUIDADOS COM A HIGIENE PESSOAL E AUTONOMIA:

  • Tomo banho, ó passarinho
  • Lavo o cabelo
  • Penteio os cabelos
  • Escovo os dentes
  • Abotoo a blusa
  • Amarro os sapatos

HABILIDADES E BRINCADEIRAS (UNIVERSO INFANTIL):

  • Faço um desenho
  • Pulo corda
  • Faço um castelo
  • Nado no mar
  • Pulo ondas
  • Ando de bicicleta
  • Corro bem rápido
  • Brinco no balanço, gangorra…

Imagino que você já deva ter criado outras possibilidades!

Espero que essa história tão versátil faça parte do seu repertório com as crianças!

4 thoughts on “Conversa de passarinho [História com gestos]

  1. Oi ANA FLAVIA. Gratidão por compartilhar amo suas histórias e conto p/meus alunos a forma o tom da sua voz é encantadora maravilhosa

    1. Olá, Clair!
      Que gostoso saber que as histórias estão chegando aos seus alunos! Fico muito feliz! Essa notícia enche o meu coração. E obrigada por ser a ponte entre as histórias e as crianças. beijo

  2. Olá Ana Flavia! Estou aqui para agradecer pela tua generosidade em compartilhar seus conhecimentos. Sou professora e estou iniciando na contação de histórias. Faço diariamente para os meus alunos e o resultado está sendo fantástico. Também comecei a contar em uma página de uma livraria. Ainda não tive coragem de mostrar meu rosto,mas é um desafio a superar. Estava super perdida e me encontrei quando encontrei você. Achei que você gostaria de saber. Seu jeito delicado e gentil me motivou a me conhecer…vou usar suas técnicas mas descobrir o meu próprio caminho. Desejo chuva de bençãos em sua vida!!
    beijos carinhosos
    Angela Pietrasko

    1. Olá, Angela! Estou emocionada com o seu relato, muito obrigada por compartilhar um pouco das suas vivências comigo. Grande parte do que faço é para tocar o coração dos educadores, para que eles entrem nesse universo mágico e transformador das histórias. Ao levar as histórias para as crianças, vamos nos lapidando, descobrindo potencialidades e também pontos que precisam ser aperfeiçoados. E não tem nada melhor do que as histórias e as crianças para nos acompanharem nessa trajetória, não é?
      Boa sorte em seu novo caminho! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *