Sabe quando os nossos olhos vêem algo bonito e singelo e o nosso coração fica cheio de felicidade e gratidão por ver algo tão delicado?

Como é bom sentir o coração preenchido! É o que eu sinto quando vejo esse cenário acima.

As histórias têm o poder de encantar e nos transportar para estados mais sutis, que a gente mal consegue explicar com as palavras. Já sentiu isso?

Além das histórias, existem outras coisas que me dão alegria de viver: cuidar de plantas, ouvir músicas que me sensibilizam, visitar exposições e mostras com obras de arte que me tocam fundo e ver trabalhos manuais de diferentes culturas e com diferentes materiais.

Um material que me encanta é a lã de carneiro. Você já viu as possibilidades criativas desse material delicado?

Só de tocar a lã o nosso coração já fica quentinho… E as crianças, então, adoram!

 

 

 A LÃ E AS TÉCNICAS DE TRABALHO

 

O trabalho com a lã pode ser realizado através de diferentes técnicas e pode servir para diferentes propósitos: vestuário, decoração e… para contarmos histórias! Para cenários, teatros de mesa, enfim, para enriquecer nossos recursos cênicos!

Sempre usei a lã informalmente, para fazer pequenos objetos para minha filha e meus alunos. Mas quando conheci o trabalho da Flávia Carvalho, fiquei encantada!

As primeiras peças que vi foram os anões! Logo pensei nas histórias com anões no enredo! E me inspirei para criar a Semana Especial Anões, Duende e Gnomos, em agosto de 2018. Culpa da Flávia. Ou melhor, inspirada pelos anões da Flávia. Dê uma olhada:

 

                       

 

 

E assim, a cada peça que vejo, me sinto impelida a criar ou encontrar uma narrativa para a peça!

Queria que vocês vissem as abelhas que ela faz, já que estamos na Semana Especial Abelhas:

 

 

 

 

A Flávia Carvalho é artista plástica com bacharelado em gravura, natural de Belo Horizonte. Ela descobriu a feltragem em 2015, quando participou de uma oficina no jardim de infância de sua filha.

A partir daí, foi uma paixão pela técnica da feltragem e pelas lãs de carneiro. E desde então, dedica-se ao universo da arte e da artesania.

O melhor de tudo, especialmente pra gente que conta histórias, é que ela atua como pesquisadora das possibilidades da feltragem para ilustração temática, histórias, contos e lendas. Tudo com o que a gente sonha como recurso cênico das histórias que contamos!

Além da pintura e desenho com as lãs, Flávia modela peças tridimensionais que se integram para compor
cenários, e que trazem encantamento visual e táctil para as crianças e adultos! Veja a “Coletora de mel” e “O menino e a abelha”, obras de arte com lã:

 

                                           

 

 

 

Conversei com a Flávia e pedi pra compartilhar o trabalho dela, para que vocês possam se encantar também e até usar na hora de contar histórias. O que ela faz é uma arte de tamanha delicadeza, de encher os olhos de adultos e crianças!

Ah, e ela escreveu um texto pra gente entender mais sobre a feltragem ou needle felting. Olha só:

 

 

“Quando o inverno acaba chega a primavera, hora de tosquiar as lãs das ovelhas. Com a tosquia esses animais ficam leves e confortáveis para passar o verão e nos dão de presente as suas lãs!

 

 

 

 

 

 

 

Um dia, inventores artistas tiveram a feliz ideia de trabalhar manualmente com a agulha da máquina de feltro. Surgiu a técnica de feltragem a seco com estas agulhas, o needle felting!

Nessa técnica, o calor das mãos e o cutucar das agulhas vão entrelaçando os micro fios de lã compactando-os e dando-lhes forma. A partir da sensibilidade e habilidade das mãos, surgem peças únicas da mais infinita criação.

 

 

 

 

 

 

Cada peça carrega em si uma força anímica de transformação. Suas formas surgem de dentro para fora, numa materialidade que se corporaliza.

Na feltragem a seco não há moldes, dificilmente uma peça sairá exatamente igual a outra. Mesmo o tingimento natural das lãs dão resultados de cores que dificilmente se repetem em sua exata tonalidade.

 

 

 

 

 

Como são executados em lã 100% de ovelha, os trabalhos podem se alterar naturalmente com o tempo. Deve-se mantê-los protegidos da luz do sol e da umidade.

É normal ficarem mais compactados com a ação do tempo pelo calor. Pode-se voltar a penteá-los com agulha e remodelá-los levemente com as mãos.

 

 

 

Por se tratar de um produto delicado, deve ser tratado com carinho, tocá-lo com cuidado, não molhar e não puxar os fios”.

“l´espirit fait la main, la main fait l´spirit.”
Henri Focillon.

 

Para encomendar suas peças e solicitar desenvolvimento de projetos de ilustração em feltragem, bonecos para teatro de mesa, cenários para contar histórias ou mesmo para decorar ambientes, entre em contato com ela:

Whatsapp: 31 994044189                                           E-mail: flavia0000carvalho@gmail.com

E quer conhecer mais? Visite sua página no Instagram: flaviacarvalhoarteartesania

Eu fico acompanhando cada postagem nova, cada belezura!

Sou fã e freguesa!   Por isso, compartilho com vocês.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *